Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia

"Giovanni Michelotti e sua contribuição às primeiras coleções científicas do Museu Nacional"
Antonio Carlos Sequeira Fernandes; Vittorio Pane
Filosofia e História da Biologia, volume 2, páginas 75-84, 2007

artigo em formato PDF

Resumo: Em 1836 o advogado e paleontólogo turinense Giovanni Michelotti enviou ao Museu Nacional do Rio de Janeiro uma coleção de material conquiliológico fóssil da Itália. Procedente da região do Piemonte, a coleção, representativa da paleofauna terciária italiana, correspondia a um acervo inestimável para as coleções paleontológicas que se iniciavam na instituição. Permanecendo entre as demais coleções adquiridas ao longo do século XIX e que sofreram constantes perdas no acervo no período, tornou-se de difícil reconhecimento já na metade do século seguinte quando da reformulação das coleções paleontológicas. A análise de documentos e do acervo da atual coleção de paloinvertebrados do Museu Nacional possibilitou seu reencontro, estando a coleção encaminhada por Michelotti hoje limitada a um número menor de exemplares do que a relação constante em sua correspondência. Em virtude do desaparecimento da remessa de material fossilífero anterior à iniciativa de Giovanni Michelotti de que se tem conhecimento, a coleção representa o mais antigo acervo de fósseis do Museu Nacional, sendo reconhecida tanto pelo seu valor histórico como científico. Como complemento a sua importância histórica, representa também a primeira tentativa de intercâmbio internacional por um paleontólogo estrangeiro com a instituição.
Palavras-chave: história da paleontologia; Museu Nacional do Rio de Janeiro; Michelotti, Giovanni; coleções científicas

Giovanni Michelotti and his contribution to the first scientific collections of the Museu Nacional

Abstract: In 1836, the lawyer and paleontologist Giovanni Michelotti from Turin sent a collection of fossil mollusk shells from Italy to the Museu Nacional at Rio de Janeiro. This representative Piedmontese collection of the Italian paleofauna from the Tertiary was invaluable to the newly started paleontological collections at this institution. Being stored together with other collections that were being gathered and constantly lost over the XIX century, it became difficult to find it during the recast of paleontological collections in the first half of the XX century. The analysis of documents and the current invertebrate collection of the Museu Nacional enabled the collection to be found, though with fewer specimens than it was originally reported by Michelotti in his letters. Having most of it disappeared before Michelotti's shipping of fossil material, this collection represents the oldest fossil collection of the Museu Nacional, which is regarded for both its historical and scientific values. In addition to its historical importance, it also stands for the first attempt of international exchange between a foreign paleontologist and the institution.
Keywords: history of paleontology; Michelotti, Giovanni; Museu Nacional do Rio de Janeiro; scientific collection

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)