Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia

"Raça, clima e imigração no pensamento social brasileiro na virada do século XIX para o XX"
Fernanda Rebelo
Filosofia e História da Biologia, volume 2, páginas 159-177, 2007

artigo em formato PDF

Resumo: A partir da segunda metade do século XIX, o "nacionalismo étnico", impulsionado pelos movimentos nacionalistas, pelas imigrações e pela ciência, ajudou a transformar raça em um conceito central nas ciências sociais. Este trabalho pretende fazer uma revisão bibliográfica em torno das questões que envolveram os temas raça, clima e imigração, como eles foram pensados, discutidos pelas elites intelectuais e políticas brasileiras entre a metade do século XIX e início do XX. Os assuntos abordados serão: as primeiras idéias sobre raça que deram origem ao racismo científico; a inserção social da ciência, através da relação entre biologia e teoria social; o problema dos determinismos geográfico, climático e racial nos trópicos; como o conceito de raça se inseria na chave da climatologia no Brasil, os debates sobre a insalubridade dos trópicos, a degenerescência da população brasileira e as possibilidades de aclimatamento e aclimatação dos imigrantes; a eugenia e sua relação com as políticas de imigração; e ainda, como essas questões puderam ter influenciado as primeiras políticas imigratórias no Brasil.
Palavras-chave: história da antropologia; raça; pensamento social brasileiro; imigração

Race, immigration and climate in the Brazilian social thought at the turn of the nineteenth to the twentieth century

Abstract: During the second half of the nineteenth century, the "ethnic nationalism", driven by nationalist movements, immigration and science, helped to turn race into a central concept in social science. This paper aims to review existing literature on issues involving race, climate and immigration. The goal is show how they were designed and discussed by the political and intellectual elites in Brazil from the mid-nineteenth and early twentieth centuries. The issues discussed Will be: the first ideas about race that gave rise to scientific racism; the relationship between biology and social theory; the problem of geographic, racial and climate determinism in the tropics. This article intends to demonstrate also how the concept of race was inserted in the key of climatology in Brazil, the debates about the unhealthiness of the tropics, the degeneracy of the population and the possibilities of acclimatization of immigrants. The author aims to demonstrate how the eugenics movement influenced the immigration policies in Brazil.
Keywords: history of anthropology; race; immigration; history of science in Brazil

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)