Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia

"Mestiçagem e eugenia: um estudo comparativo entre as concepções de Raimundo Nina Rodrigues e Octavio Domingues"
Waldir Stefano; Márcia das Neves
Filosofia e História da Biologia, volume 2, páginas 445-456, 2007

artigo em formato PDF

Resumo: O objetivo deste trabalho é comparar o pensamento de dois eugenistas brasileiros: o médico Raimundo Nina Rodrigues (1862-1906) e o engenheiro agrônomo Octavio Domingues (1897-1972), no que se refere ao papel da mestiçagem na formação do povo brasileiro. Estudos historiográficos indicam que ambos adotaram posições diferentes em relação ao assunto. Enquanto Nina Rodrigues considerava que a mistura das raças branca e negra contribuiria de maneira negativa para a formação do povo brasileiro, Domingues, baseando-se na genética mendeliana e em seu trabalho com zootecnia, admitia que a mestiçagem contribuiria de forma positiva, evitando o aparecimento de doenças que, em sua maior parte, eram recessivas. Embora exista uma certa distância em termos cronológicos em relação às contribuições dos dois eugenistas acreditamos que este estudo, que levará em conta as especificidades características de seus respectivos contextos, possa contribuir para o esclarecimento da construção do pensamento eugênico no Brasil.
Palavras-chave: história da antropologia; eugenia; mestiçagem; Nina Rodrigues, Raimundo; Domingues, Octavio

Miscegenation and eugenics: a comparative study between the conceptions of Raimundo Nina Rodrigues and Octavio Domingues

Abstract: The aim of this paper is to compare the thought of two Brazilian eugenicists: Raimundo Nina Rodrigues, physician (1862-1906) and Octavio Domingues, agronomist (1897-1972) regarding the role of hybridism in the formation of the Brazilian people. Historiographical studies indicate that both adopted different positions regarding the matter. While Nina Rodrigues considered the mixture of white and black races would contribute negatively for the formation of the Brazilian people, Domingues, based on Mendelian genetics and its work as a zootechnitian, admitted that the mixture would contribute in a positive way, avoiding recessive diseases. Although the chronological distance between the authors the contributions of both eugenicists, we believe that this study, which takes into account the specific characteristics of their contexts, can contribute to clarify the construction of eugenic knowledge in Brazil.
Keywords: history of anthropology; eugenics; Nina Rodrigues, Raimundo; Domingues, Octavio

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)