Uma análise histórico-ambiental da região de Ouro Preto pelo relato de naturalistas viajantes do século XIX  

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia

"Uma análise histórico-ambiental da região de Ouro Preto pelo relato de naturalistas viajantes do século XIX"
Valdir Lamim-Guedes
Filosofia e História da Biologia, volume 5, número 1, páginas 97-114, 2010

artigo em formato PDF

Resumo: A cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, sofreu grandes impactos ambientais durante o ciclo do ouro. A partir de relatos de naturalistas viajantes que passaram pela região de Ouro Preto no século XIX é possível fazer uma reconstrução das paisagens, especialmente no que se refere à degradação ambiental relacionada à extração de ouro e práticas agrícolas. Alguns viajantes que passaram pela região apresentam em suas obras descrições e comentários sobre o meio ambiente, por exemplo: Auguste de Saint-Hilaire (1779-1853), Wilhelm Ludwig von Eschwege (1777-1855), Johann Baptist Ritter von Spix (1781-1826), Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868), Oscar Canstatt (1842-1912), Visconde Ernest Roussel de Courcy (1827-1897) e Richard Francis Burton (1821-1890). Eles deixaram relatos sobre impactos ambientais como desmatamento, fogo e assoreamento dos corpos d’água. Por outro lado, relatam uma natureza exuberante da região.
Palavras-chave: história ambiental; viajantes naturalistas; ciclo do ouro

Historical analysis of the environment, in Ouro Preto, according to the naturalists of the nineteenth century

Abstract: The city of Ouro Preto, Minas Gerais, underwent major environmental impacts during the gold cycle. From the reports of naturalists who traveled over the region of Ouro Preto in the nineteenth century it is possible to make a reconstruction of the landscape, especially with regard to environmental degradation related to gold mining and agricultural practices. Some travelers who passed through the region and present descriptions and commentaries on the environment are: Augustin Saint-Hilaire (1779-1853), Wilhelm Ludwig von Eschwege (1777-1855), Johann Baptist Ritter von Spix (1781-1826 ), Carl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868), Oscar Canstatt (1842-1912), Viscount Ernest Roussel de Courcy (1827-1897) and Richard Francis Burton (1821-1890). They left reports of some environmental impacts such as deforestation, fire and siltation of water masses. On the other hand, some parts of their works report an exuberant nature in some parts of the region.
Key-words: environmental history; naturalist travelers; gold cycle

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)