Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia


"Biogeografia de vicariância: histórico e perspectivas da disciplina que lançou um novo olhar sobre a diversidade na Terra"
Gustavo Silva de Miranda, Pedro Henrique dos Santos Dias
Filosofia e História da Biologia, v. 7, n. 2, p. 215-240, 2012.

artigo em formato PDF

Resumo: A biogeografia é a disciplina que explica a distribuição dos grupos de organismos, ou táxons, na superfície da terra. A biogeografia histórica se propõe a estudar agentes do passado utilizando padrões de distribuição de espécies e táxons supra-específicos gerados por processos que atuam em larga escala e dizem respeito a milhares de anos. As rápidas mudanças na biogeografia histórica foram introduzidas por alguns indivíduos com ideias particulares. Este trabalho tem como objetivo descrever os principais passos que conduziram à biogeografia de vicariância e analisar a teoria do modo que se apresenta atualmente. Além disso, fornecer uma lista com os principais trabalhos dos três autores que desenvolveram a biogeografia de vicariância, Donn Rosen, Gareth J. Nelson e Norman Platnick, e uma tabela com os diferentes métodos utilizados em biogeografia histórica nos períodos pré e pós-cladismo. Este trabalho pretende fornecer dados para o ensino e pesquisa em bigeografia. A ideia de que a vida evolui junto com a Terra foi claramente exposta por Léon Croizat, que apresentou um método para se avaliar essas modificações, a panbiogeografia. A panbiogeografia ganhou força quando se juntou à teoria da tectônica de placas de Alfred Wegener. Pouco depois, Nelson, Rosen e Platnick adicionaram ao método panbiogeográfico o conceito filogenético elaborado por Willi Hennig.
Palavras-chave: Biogeografia histórica; Tectônica de placas; Panbiogeografia; Sistemática filogenética

Vicariance biogeography: history and perspectives of the discipline that has launched a new look at diversity on Earth

Abstract: Biogeography is the discipline that explains the distribution of groups of organisms, or taxa, on the surface of the earth. The historical biogeography studies past agents using distributional patterns of species and supra-specific taxa generated by processes that operate on a large scale and takes thousands of years. The rapid changes in the historical biogeography thought were triggered by few individuals with particular ideas. This paper aims to describe the main steps that led to the vicariance biogeography as well as analyzing the theory as it is presented today. Besides, is provided a list of the main works of the three authors that developed and brought contributions to the vicariance biogeography, Donn Rosen, Gareth J. Nelson and Norman Platnick. It is presented a table containing the different methods used in the historical biogeography in the pre-and post-cladism period. This work intends to offer some data that may be used in the teaching and research in biogeography. The idea that life evolves along with the Earth was clearly exposed by Léon Croizat, who presented a method to access these modifications, the panbiogeography. The panbiogeography gained strength when it joined the theory of plate tectonics Alfred Wegener. Shortly after, Nelson, Rosen and Platnick added to the panbiogeographic method the phylogenetic concept developed by Willi Hennig.
Keywords: Historical biogeography; Tectonic plates; Panbiogeography; Phylogenetic systematic

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)