Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia

 

“Filosofia e História da Biologia”

 

Edição impressa: ISSN 1983-053X

Edição eletrônica: ISSN 2178-6224

Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia
Apresentação Edições Equipe Normas Aquisição Busca

Filosofia e História da Biologia

"O papel do núcleo na herança (1870-1900), um estudo de caso: A teoria dos idioblastos de O. Hertwig"
Lilian Al-Chueyr Pereira Martins
Filosofia e História da Biologia, v. 6, n. 2, p. 269-290, 2011.

artigo em formato PDF

Resumo: Vários pesquisadores, nas duas últimas décadas do século XIX, sugeriram que as características hereditárias fossem transmitidas pelo núcleo celular e – mais particularmente – pelos cromossomos. O objetivo deste artigo é discutir uma das contribuições dentro deste período: a teoria dos idioblastos de Oscar Hertwig. Ele acreditava que as partículas básicas portadoras das características hereditárias, os “idioblastos”, estavam localizadas nos cromossomos nucleares, mas que se agrupavam apenas temporariamente, uma vez que os cromossomos não eram visíveis nas fases de repouso celular. Será também considerado o contexto científico da época, bem como algumas das críticas que Hertwig apresentou em relação a outras teorias de herança como a de Weismann, por exemplo. Este estudo levou à conclusão de que, além da própria pesquisa de Hertwig, as evidências experimentais obtidas a partir da citologia e embriologia por outros autores, contribuíram para que sua proposta se diferenciasse dos modelos microscópicos que haviam sido propostos anteriormente no século XIX como os de Darwin e Spencer, por exemplo.
Palavras-chave: história da herança; Hertwig, Oscar; idioblastos

Title of the paper, in English The role of the nucleus in inheritance (1870-1900), a case-study: O. Hertwig’s theory of idioblasts

Abstract: During the last two decades of the 19th century several researchers suggested that the hereditary characteristics were transmitted by the cell nucleus, particularly by the chromosomes. The aim of this paper is to discuss one of the contributions from this period: Oscar Hertwig’s theory of idioblasts. Hertwig believed that the particles, which were the bearers of the hereditary characterististics, the “idioblasts”, were located on the nuclear chromosomes and could be grouped only temporarily, since the chromosomes could not be seen during the rest phases of the cell division. It will also be taken into account the scientific context of that time, including Hertwig’s critiques of other theories of inheritance of that time, such as Weismann’s theory of inheritance, for instance. This study led to the conclusion that besides Hertwig’s own research, the cytological and embryological evidence provided by other authors made his proposal different from the previous 19th microscopical models such as Darwin’s or Spencer’s ones.
Keywords: history of inheritance; Hertwig, Oscar; idioblasts

Para ter acesso aos sumários de todos os volumes da revista Filosofia e História da Biologia, clique aqui.

 Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB)